quinta-feira, 28 de abril de 2016

Avaliação Interdisciplinar, ferramenta para análise acadêmica

No dia 18/04, os acadêmicos do 4º ao 8º período de Publicidade e Propaganda realizaram a avaliação interdisciplinar, destinada a composição da nota bimestral parcial I. Segundo o regulamento da avaliação, o objetivo da prova é orientar e qualificar os acadêmicos do curso, abordando as disciplinas constantes do Projeto Pedagógico do Curso de Publicidade da Uniron, a fim de prepará-los para todas as áreas profissionais. A avaliação foi realizada através do Canal do Norte, com apenas uma tentativa, e abordava disciplinas de todos os semestres anteriores.

Esta é a primeira edição da prova, e segundo a coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda, Maria Angela Dummel, a partir de 2016/2, a avaliação comporá integralmente a nota bimestral parcial II. "A avaliação interdisciplinar é muito importante na medida em que cada aluno poderá avaliar a si próprio sobre o conhecimento que conseguiu apreender até o momento da prova. 
Adriana Cordenonsi.

Dependendo do resultado, poderá repensar suas atitudes como acadêmico e traçar metas para a melhoria nesse sentido", diz Maria Angela.


A professora Adriana Cordenonsi, que aplica disciplinas voltadas às artes em geral, também ressalta a importância da avaliação. "Acho que [a avaliação] dá ao aluno uma visão sobre os conhecimentos que ele está absorvendo e mantendo e o que ele não aprendeu muito ou não deu muita importância durante o curso. Também serve como 'treinamento' para provas de concurso, além de ajudar a nota do ENADE que acaba por ser ao final a nota do curso que ele está fazendo".

Alunos-destaque

Os alunos Vitória Maia (5º período), Julianne Santos (6º período), Arícia Dias, Henrique Lima e Márcia Fialho (7º período) obtiveram os melhores resultados nesta edição, sendo que Márcia gabaritou a prova, registrando pontuação máxima. "Essa prova foi importante porque eu pude ver o que eu absorvi ao longo desse tempo que eu estudo e que me ajudou a compor minha nota desse semestre", diz Vitória, entusiasmada por ter obtido uma das melhores notas.

Para Julianne Santos, através da prova é possível perceber a qualidade do ensino da faculdade, além de ter um retorno do tempo e atenção dedicado ao curso, o que é um estímulo para continuar nesse caminho e continuar fazendo um bom trabalho acadêmico.

Vale lembrar que para os alunos do 2º e 3º semestres de Publicidade, as provas serão aplicadas no 2º bimestre de 2016/1.


Da esquerda para a direita: Márcia Fialho, Vitória Maia,
Arícia Dias, Henrique Lima e Julianne Santos.

Aplicação da avaliação em Jornalismo

Para os alunos de Jornalismo, a avaliação também está marcada para o segundo bimestre. Segundo Andréia Gonzalez, coordenadora do curso, a prova será aplicada antes da avaliação bimestral.

sábado, 23 de abril de 2016

No dia do livro e do direito do autor, homenageamos autores da Comunicação

No dia mundial do livro e do direito do autor, a UCOM vem homenagear dois autores que estão inseridos em nosso contexto comunicacional.

O primeiro é Alexandre Lúcio Fernandes, aluno do 4º período de Publicidade e Propaganda e autor do livro Elos no Horizonte. Alexandre é cronista, contista e poeta, além de escrever nos blogs Elos no Horizonte, Relicário da Poesia e ser colunista da revista Entrementes. Segundo o autor, ao adquirir o livro Elos no Horizonte, o leitor terá a chance de se olhar e transformar para melhor, pois faz um convite para um encontro único com o próprio coração, com amor e com as coisas boas que há dentro de cada um.

O livro Elos no Horizonte foi lançado em 2013.

Nossa segunda homenageada é a professora Doutora Noêmia Chaves, que atua na disciplina de Semiótica em Comunicação Social e que recentemente lançou o livro Pragmatismo ou a prudência kantiana na bioética: considerações acerca da vida humana no nível molecular. O livro promove uma reflexão no leitor sobre a importância da vida humana e indaga se as novas biotecnologias tratam os materiais genéticos humanos como valores ou preços. Segundo a autora, o livro levanta uma questão moral a respeito da manipulação de embriões humanos em laboratórios. São apresentadas diversas opiniões para que o leitor entenda o ponto de quem é favor e de quem é contra a estas novas biotecnologias.

Noêmia Chaves lançou o livro no segundo semestre de 2015,
na livraria Leitura do Porto Velho Shopping.

O dia mundial do livro e do direito do autor
Instituído pela Conferência Geral da Unesco, o dia mundial do livro e do direito do autor busca promover o prazer da leitura, a publicação de livros e a proteção dos direitos autorais. Esta data foi escolhida para prestar tributo a grandes autores da literatura mundial que nasceram ou morreram neste dia, como Cervantes e Shakespeare.

sexta-feira, 22 de abril de 2016

Roda de Conversa movimenta alunos de Comunicação Social

Realizada na última quarta-feira (20), a Roda de Conversa Fotografia sob o Enfoque Regional, com o fotógrafo e cinegrafista Ronaldo Nina reuniu diversos alunos, profissionais e simpatizantes de Comunicação no auditório da Uniron. O objetivo do evento, além de agregar conteúdo extracurricular aos alunos, era de reforçar o papel social da UCOM, arrecadando alimentos à casa de apoio do Hospital do Câncer de Barretos, onde ficam os pacientes que não possuem condições financeiras de se manter durante o tratamento em Porto Velho. Até a data do evento, foram mais de 150 quilos de alimentos não-perecíveis arrecadados.

Ronaldo Nina abordou a fotografia com um enfoque regional, aplicada ao fotojornalismo e à fotografia publicitária, além de relatar diversas experiências profissionais, como a construção de conceitos fotográficos e o que faz para obter os melhores registros.

Lobo Silva, designer gráfico convidado por Nina também falou sobre como aliar a produção da fotografia com o software para edição de imagens Photoshop, além da representação das cores na Publicidade.

Também esteve presente a analista de recursos da Casa de Apoio do Hospital do Câncer de Barretos, Karla Cabral, que falou sobre o trabalho da entidade filantrópica, além de apresentar um vídeo institucional com depoimentos e experiências de pacientes e funcionários. “Para nós, todo evento que seja para arrecadar dinheiro ou alimentação aos nossos pacientes é bem-vindo. Nunca sabemos quando ficaremos doentes também”, disse Karla à assessoria UCOM.

Para estimular a doação, foi criada uma gincana acadêmica, onde a turma que arrecadar maior número de alimentos ganha uma oficina exclusiva com o Nina. A UCOM receberá os alimentos na sala D15 do campus I até a próxima terça, 22h.

Observou-se a assídua participação e interesse dos alunos em cada vez mais adquirirem conhecimento nas diversas áreas comunicacionais, atuando em eventos extracurriculares como este. O acadêmico do curso de Publicidade e Propaganda, Lucas Rômulo, falou sobre a importância do evento para seu curso: “A fotografia representa uma das características mais latentes da publicidade e da propaganda, então eu acho que é sem dúvida nenhuma de importância imensa, a fotografia consegue expressar a propaganda, talvez, sem palavras”.

A aluna Lucyene Kaxinawá, que é indígena, diz que sente orgulho quando pessoas como o Nina vêm de outras regiões explorar a região amazônica. "O olhar crítico de mostrar a realidade do nosso povo é incrível. O choque de cultura e a troca de experiências é muito grande."

A aluna de jornalismo Lucyene Kaxinawá e o futuro publicitário Lucas Rômulo,
concedendo entrevista à UCOM.
Após 10 anos vivendo em Porto Velho, Nina volta para o Rio de Janeiro no próximo mês, e a roda de conversa serviu para deixar um legado final. "Eu acho que ajudei a colaborar em Porto Velho, que possui um mercado que está crescendo. O impacto das coisas que você faz aqui é muito grande, e isso gera satisfação pessoal", diz Nina.

O aluno não pode parar de estudar e se renovar sempre. A gente trata de comunicação, que está mudando todo dia. Então você nunca pode ficar para trás, tem que se renovar, ver sempre o que é novo, buscar por isso, e assim você estará sempre atualizado”, é a mensagem deixada por Ronaldo Nina.

Para ver as fotos do evento, clique aqui.
Para ver entrevistas em vídeo, clique aqui.

Saiba tudo sobre a seletiva Mata-Mata, que ocorrerá no dia 14/05

O Mata-mata é uma seletiva que ocorre anualmente entre os cursos de Comunicação Social da Uniron. Muitos já sabem do que se trata, porém, para sanar todas as dúvidas, aí vão algumas informações importantes.

Antes de saber o que é o Mata-Mata, você precisa entender algumas coisas.

Congresso Nacional Intercom
O Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação acontece anualmente e reúne alunos de graduação e pós-graduação, pesquisadores e profissionais da área. No evento, são debatidos tópicos de jornalismo, relações públicas, publicidade, rádio, televisão, cinema, produção editorial e de conteúdo para mídias digitais e políticas públicas de Comunicação, entre outros. A cidade-sede muda a cada ano e é escolhida pelos sócios da Intercom, em votação realizada no ano anterior.

Em 2016, o Congresso ocorrerá em São Paulo, na USP (Universidade de São Paulo).

Congressos Regionais Intercom

Todos os anos, a Intercom realiza cinco congressos em cada região do Brasil. Na região norte, a Intercom Norte será realizada em Boa Vista, dos dias 06 a 08 de julho, na UFRR (Universidade Federal de Roraima), sob o tema “Comunicação e Educação entre Fronteiras: caminhos integrados para um mundo em transformação”.

Ok, mas o que isso tem a ver com Mata-Mata?
Dentro desses Congressos, tanto o nacional quanto o regional, acontece a Expocom – Exposição de Pesquisa Experimental em Comunicação, que premia os melhores trabalhos experimentais produzidos exclusivamente por estudantes no campo da Comunicação, e é aqui que você entra.

Eu quero que o meu trabalho concorra na Expocom. O que devo fazer?
Perfeito, aí que entra o Mata-Mata, que é uma seletiva entre os alunos de Comunicação Social da Uniron e que definirá quais trabalhos/alunos representarão a Uniron na Intercom Norte, lá em Boa Vista.

Quem pode participar do Mata-Mata?
Acadêmicos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda da Faculdade Uniron interessados em apresentar seus trabalhos na Intercom Norte e que estejam com o paper 100% finalizado até o dia 27/04 (último dia de inscrição).

Importante: Somente os trabalhos apresentados em 2015 poderão concorrer. Os trabalhos realizados em 2016 devem concorrer no Mata-Mata de 2017.

Mas o que é o Paper?
É o artigo científico que dissertará sobre o assunto específico de cada aluno. Basicamente, deve conter de 5 a 10 páginas e deve ser estruturado com introdução, objetivo, justificativa, métodos e técnicas utilizados, descrição do produto ou processo, considerações e referências bibliográficas.

Faça o download do MODELO AQUI, salve-o no computador e substitua as informações no próprio modelo.
Para mais detalhes sobre o paper, clique aqui.

Inscrições para o Mata-Mata
As inscrições serão exclusivamente online e iniciarão nos dias 26 de abril às 0h e encerrarão impreterivelmente no dia 27 de abril às 23h59, através deste link: http://form.jotformz.com/60963877880675

A inscrição é dividida em 3 etapas.

Etapa 1: Dados do trabalho. Aqui você vai informar o título, o resumo do trabalho em 400 caracteres, o seu curso e vai anexar o paper no formato .doc ou .docx (documento do Word).

Etapa 2: Categoria e Modalidade. Seu trabalho precisa ser enquadrado em uma das categorias, estabelecidas pela Intercom. São elas:

Jornalismo
01 Agência Jr. de Jornalismo (conjunto/ série)
02 Projeto de assessoria de Imprensa (avulso)
03 Jornal-laboratório impresso (avulso/ conjunto ou série)
04 Revista-laboratório impressa (avulso/ conjunto ou série)
05 Produção laboratorial em audiojornalismo e radiojornalismo (avulso/ conjunto ou série)
06 Produção laboratorial em videojornalismo e telejornalismo (avulso/ conjunto ou série)
07 Produção em Jornalismo digital (avulso/ conjunto ou série)
08 Reportagem em Jornalismo impresso (avulso)
09 Reportagem em Radiojornalismo (avulso) JO
10 Reportagem em Telejornalismo (avulso)
11 Livro-reportagem (avulso)
12 Produção em Fotojornalismo (avulso/ conjunto e série)
13 Produção Jornalismo Literário e/ou de Opinião (avulso/ conjunto e série)
14 Jornal Mural (avulso/ conjunto e série)
15 Documentário Jornalístico e Grande Reportagem em áudio e rádio
16 Documentário Jornalístico e Grande Reportagem em vídeo e televisão

Publicidade e Propaganda
01 Agência Jr. de Publicidade e Propaganda (conjunto/série)
02 Campanha Promocional (conjunto/série)
03 Campanha Publicitária (conjunto/série)
04 Pesquisa mercadológica (avulso)
05 Jingle (avulso)
06 Spot (avulso)
07 Filme publicitário (avulso)
08 Fotografia Publicitária (avulso)
09 Anúncio impresso (avulso)
10 Cartaz (avulso)
11 Outdoor (avulso)
12 Publicidade em mídia digital (avulso ou conjunto)
13 Publicidade em outros meios (avulso)

Produção Transdisciplinar
PT 01 Edição de Livro (avulso)
PT 02 Design Gráfico (avulso)
PT 03 Ensaio fotográfico artístico (conjunto)
PT 04 Fotografia artística (avulso)
PT 05 Fotonovela (avulso ou série)
PT 06 Charge/caricatura/ilustração (avulso)
PT 07 Embalagem (avulso)
PT 08 Histórias em Quadrinhos (avulso)
PT 09 Roteiro de Games (avulso)
PT 10 Projeto de Comunicação integrada (avulso)
PT 11 Produção multimídia (avulso)
PT 12 Revista customizada (avulso)
PT 13 Comunicação e Inovação (avulso)
PT 14 Games (avulso)

Seu trabalho pode se encaixar em apenas UMA categoria. Para mais detalhes sobre as categorias, clique aqui.

Etapa 3: Aluno-líder e coautores do trabalho. Aqui você vai preencher o nome do aluno-líder, seu CPF, telefone e e-mail, bem como os alunos coautores. Seu professor orientador também deverá ser indicado nesta etapa.

Depois disso, sua inscrição estará concluída.

O dia do Mata-Mata
A seletiva ocorrerá no dia 14 de maio de 2016 no período da tarde em uma das salas da Uniron Shopping. O aluno inscrito terá 10 minutos para fazer a defesa do trabalho por meio de uma apresentação (obrigatória) para a banca, que será formada por professores. A banca avaliará os trabalhos e indicará os que passarão para a próxima fase, a Intercom Norte em Boa Vista. A Uniron só pode indicar 1 trabalho por modalidade.

Do lado esquerdo, o Mata-Mata de 2015 e à direita, alunos da Uniron comemorando a premiação na etapa regional da Intercom.

Em 2015 o Mata-Mata contou com sete trabalhos acadêmicos submetidos à banca. Na etapa regional que ocorreu em Manaus, a Uniron recebeu três prêmios e indicações para a Intercom no Rio de Janeiro, onde conseguiu conquistar uma premiação nacional.

Ah, pra encerrar, se você quiser participar da Intercom Norte em Roraima, precisa fazer sua inscrição. Quanto mais cedo, mais barato, pois eles oferecem descontos: até o dia 01/06 custa R$ 40 e depois sobe. Clique aqui para fazer a inscrição.

Para mais informações sobre o Mata-Mata, envie e-mail para agenciaucom@gmail.com.
Para mais informações sobre a Intercom Norte, acesse intercomnorte.com.br.
Para mais informações sobre a Intercom Nacional, acesse portalintercom.org.br.

terça-feira, 19 de abril de 2016

Quem nunca voltou para casa pintado de índio em um 19 de abril?

Você sabia que a população indígena no Brasil atual é de 897 mil habitantes (dados do Censo de 2010 – IBGE), correspondendo a 0,47% da população brasileira? São, aproximadamente, 305 etnias indígenas.

Hoje restam 177 línguas indígenas. O antigo tupi foi uma das que desapareceram completamente. Em 1758, o marquês de Pombal, interessado em acabar com o poder da Companhia de Jesus no Brasil e em aumentar o domínio da metrópole portuguesa sobre a colônia, proibiu o ensino e o uso do tupi.

Mas em 1955, o presidente Café Filho obrigou todas as faculdades de letras a incluir um curso de tupi no currículo. E foi devido a estes acontecimentos, que hoje conhecemos o gostinho do açaí, a pipoca, a tapioca, o pirão... Hummmm! Você também ficou com água na boca aí?

Tanto palavras, quanto costumes na sociedade em geral, foram influenciados pela cultura indígena, que somam para uma grande importância desse compartilhamento de informações para a sociedade. 

Feliz Dia do Índio!

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Agência UCOM realiza Roda de Conversa com Ronaldo Nina

Nesta quarta-feira (20) a UCOM realiza Roda de Conversa de extrema relevância para os acadêmicos de Comunicação da Uniron. O convidado é Ronaldo Nina, que se despede no próximo mês da região norte. Com o tema “A Fotografia na comunicação: um enfoque regional”, o evento se propõe a discutir os desafios, oportunidades e tendências da fotografia como ferramenta comunicacional, na área jornalística e publicitária.

Além disso, a roda de conversa é uma estratégia de arrecadação de alimentos para instituições sociais da capital. A turma que arrecadar maior quantidade de alimentos ganhará uma oficina prática com Ronaldo Nina, e com os pacientes que queiram se aventurar pela arte da fotografia. Os alimentos deverão ser entregues pelos alunos no dia do evento.

Para os alunos de Comunicação Social da Uniron que queiram receber certificado após o evento, é necessário fazer inscrição clicando aqui.

Fotógrafo desde 1992 e cinegrafista desde 96, Ronaldo Nina tem vasta experiência nos temas da região amazônica. Filho de amazonense de Parintins e de uma carioca, ele já trabalhou com fotografia em várias áreas do jornalismo e da publicidade, além de comunicação governamental e campanhas eleitorais. Confira algumas fotos do profissional:




Para mais informações sobre Nina, acesse seu blog ou facebook.
Para mais informações sobre a roda de conversa, envie e-mail para agenciaucom@gmail.com.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Acadêmicos de Comunicação investem em cursos extracurriculares

Os alunos de Comunicação Allini Lima, Matheus Henrico e Matheus Vieira participaram de um workshop realizado pelo IFRO, Ecossistema de Inovação no Estado de Rondônia, uma atividade que englobou o planejamento e a implantação de incubadoras, que são empresas que apoiam outras empresas nas primeiras etapas de suas vidas.

Para Allini, o assunto foi de extrema importância para este semestre: "Como para o nosso integrado nós estamos montando uma incubadora que apóia empresas locais e com responsabilidade sustentável (ecológica, social e econômica), o evento foi para esclarecer e tirar todas as nossas duvidas a respeito do assunto".

Matheus Henrico, que faz parte da UCOM gestão 2016, também esteve presente no evento e definiu uma incubadora como uma empresa que transforma projetos em realidade. "Decidimos participar do workshop e pesquisar a fundo, ir além, pois faz parte do nosso integrado. Sem contar que tem tudo a ver com sustentabilidade ambiental, tema super importante para empresas de hoje".

Quando surgir qualquer oportunidade, como workshops e cursos extracurriculares, não perca tempo! Pode ser um assunto que vai mudar a sua visão. Nunca é demais investir na sua formação.

terça-feira, 5 de abril de 2016

Do telégrafo à internet, entenda a importância das Telecomunicações

Hoje, 5 de abril, é o dia das Telecomunicações, conceito que abrange todas as formas de comunicação à distância, ou seja, a transmissão de uma mensagem de um ponto para outro.

Desde cedo as pessoas têm necessidade de se comunicarem entre si. Para isso, desenvolveram-se as telecomunicações, facilitando o processo de comunicação. Hoje, de forma simples e rápida, podemos nos comunicar com alguém que se encontra do outro lado do planeta, ou até mesmo no espaço.

O início de tudo se deu através do telégrafo elétrico, no século XIX. Com ele, era possível enviar mensagens à distância com letras e números. É fundamental lembrar-se de Marechal Rondon, responsável por construir as primeiras linhas telegráficas na região norte do Brasil.

Posteriormente foi possível enviar a voz à distância através do telefone. Com as ondas de rádio, a comunicação sem fio chegou para fazer uma autêntica revolução nos hábitos da humanidade.

A internet, sistema de telecomunicação mais recente, é fundamental, conecta mercados e sociedades, permite que usuários façam viagens sem sair do lugar, tudo com apenas um clique. É tão poderosa que se torna fator que distingue os países ricos dos pobres.

Nos cursos de Comunicação, o tema é discutido e contextualizado de forma ampla nas componentes Sistemas de Comunicação Brasileira (1º semestre de PP e JOR) e Novas Tecnologias aplicadas à Comunicação (2º semestre de PP).

Vale a pena refletir sobre a abrangência do assunto telecomunicação, visto que nossos cursos são plenamente baseados nesse conceito. Só podemos agradecer a todos os incríveis profissionais que fizeram e fazem dessa tecnologia possível.